quarta-feira, 5 de março de 2014

Rússia realiza teste de lançamento de míssil balístico

Terra / EFE
04 de Março de 2014•19h33 • atualizado às 19h36

Os EUA disseram não estar preocupados com o teste e afirmaram que a Rússia já tinha avisado que lançaria míssil antes da crise na Crimeia

A Rússia realizou nesta terça-feira um teste de lançamento de um míssil balístico intercontinental de última geração do tipo RS-12M Topol, coincidindo com a escalada de tensão com a Ucrânia pela intervenção de tropas russas na república autônoma ucraniana da Crimeia.

O lançamento aconteceu do polígono militar de Kapustin Yar, na região de Astrajan, na parte europeia da Rússia, informaram autoridades russas às agências locais.

"O míssil de teste atingiu com a precisão programada um alvo assinalado no polígono de Sari-Shagan (Cazaquistão)", explicou o porta-voz do Ministério de Defesa russo para as tropas de Mísseis Estratégicos, Igor Yegorov.

O lançamento coincide com a visita a Kiev do secretário de Estado americano, John Kerry, que condenou na capital ucraniana a intervenção da Rússia na Crimeia e acusou Moscou de buscar um pretexto para enviar tropas à Ucrânia.

Os mísseis Topol, que entraram em serviço das Forças Estratégicas de Mísseis da União Soviética em 1988, têm três períodos, funcionam com combustível sólido e podem abater alvos a distâncias de até 10 mil quilômetros.

A Rússia confia que os mísseis balísticos intercontinentais Topol e Bulava, ainda em fase de testes e que serão instalados em submarinos nucleares de última geração, lhe permitam manter a paridade nuclear com os Estados Unidos pelo menos durante o próximo meio século.

EUA já sabiam do lançamento

Os Estados Unidos não estão preocupados pelo teste de lançamento de um míssil balístico intercontinental por parte da Rússia porque recebeu um aviso a respeito antes que começasse a atual crise na república autônoma ucraniana da Crimeia, assegurou nesta terça-feira um funcionário americano.

"Foi um lançamento de um ICBM (míssil balístico intercontinental) notificado previamente e rotineiro", declarou em comunicado a porta-voz de Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, Caitlin Hayden.

A porta-voz assegurou que o lançamento foi realizado seguindo os protocolos requeridos pelo tratado de não-proliferação Start III, assinado entre Rússia e Estados Unidos em 2010. "A Rússia nos notificou previamente do lançamento. Tais notificações têm como intenção fornecer transparência, confiança, ser previsíveis e ajudar ambos lados a evitar mal-entendidos", afirmou Hayden.
http://noticias.terra.com.br/mundo/europa/russia-realiza-teste-de-lancamento-de-missil-balistico,f8e97195f2e84410VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

Nenhum comentário: