segunda-feira, 3 de março de 2014

Grã-Bretanha se opõe a sanções comerciais contra Rússia

Terra / Reuters
03 de Março de 2014•20h48 • atualizado às 20h53

Segundo a BBC, o governo britânico seria contra sanções comerciais. Ministros estariam estudando restrições a vistos e passagens

A Grã-Bretanha se opõe a sanções comerciais contra a Rússia e não quer fechar o capital financeiro de Londres ao país em represália à intervenção na Ucrânia, informou a BBC, citando um documento que foi inadvertidamente mostrado para um fotógrafo.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, tem alertado ao presidente russo, Vladimir Putin, que a Rússia terá de pagar "custos significativos" a menos que haja mudanças na Ucrânia, cuja região autônoma da Crimeia está sendo controlada por forças russas.

Mas, um documento oficial fotografado nesta segunda-feira, mostra que a Grã-Bretanha pode se opor a sanções que possam minar a reputação de Londres como um refúgio para o capital russo. "A Grã-Bretanha não deveria apoiar, por ora, sanções comerciais ou fechar o centro financeiro de Londres aos russos", diz o documento, segundo a BBC.

O texto não pode ser claramente entendido a partir da fotografia, mas pode ter revelado que ministros britânicos estão estudando restrições a vistos e proibições de viagens para altas autoridades russas.

Quando indagada sobre a reportagem, uma porta-voz do gabinete de Cameron disse que o governo não faz comentários sobre documentos vazados.
http://noticias.terra.com.br/mundo/europa/gra-bretanha-se-opoe-a-sancoes-comerciais-contra-russia,dc769df7e8384410VgnCLD2000000dc6eb0aRCRD.html

Nenhum comentário: