segunda-feira, 3 de março de 2014

Ao considerar seus interesses, Rússia se dispõe a pagar o preço

Resenha EB / Folha de São Paulo / "NEW YORK TIMES" / PETER BAKER
03 Mar 2014

O presidente Barack Obama advertiu a Rússia de que "haverá custos" para uma intervenção militar na Ucrânia.

Mas os Estados Unidos têm poucas opções palatáveis' para a imposição de tais custos, e a história recente tem mostrado que, quando considera os seus interesses em jogo, a Rússia tem se mostrado disposta a pagar o preço.

Mesmo antes de o presidente Vladimir Putin declarar no sábado a intenção de enviar tropas ao território ucraniano da Crimeia, Obama e sua equipe já discutiam como iriam responder.

Eles falaram sobre o cancelamento da viagem do presidente a uma reunião de cúpula na Rússia, em junho, da possibilidade de Moscou ser excluído do G8 e de os EUA movimentarem navios de guerra para a região.

Esse é o mesmo menu de ações oferecido ao presidente George W. Bush em 2008, quando a Rússia entrou em guerra com a Geórgia, outra ex-república soviética.

Mas os custos impostos na época se provaram apenas marginalmente eficazes, e de curta duração.

A Rússia parou o avanço, mas, quase seis anos depois, mostra que nunca viveu plenamente os termos do cessar-fogo que assinara.

E, qualquer que seja a pena que tenha pagado à época, evidentemente não a impediu de novamente incomodar um vizinho.

Putin tem demonstrado que os custos para a reputação internacional de Moscou não irão detê-lo.

Ele, evidentemente, calculou que os danos diplomáticos não superariam o que ele vê como uma ameaça ao interesse histórico da Rússia na Ucrânia, que foi governada por Moscou até a dissolução da União Soviética, em 1991.

Putin pode interromper por um tempo a ação na Crimeia, península em grande parte de língua russa, mas também pode justificar uma presença militar de longo prazo dizendo que as tropas estão lá para defender a população local de um novo governo pró-Ocidente.
http://www.eb.mil.br/web/imprensa/resenha?p_p_id=56&p_p_lifecycle=0&p_p_state=maximized&p_p_mode=view&p_p_col_id=column-3&p_p_col_count=1&_56_groupId=18107&_56_articleId=4812812&_56_returnToFullPageURL=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fweb%2Fimprensa%2Fresenha%3Fp_auth%3DnpfFI4uB%26p_p_id%3Darquivonoticias_WAR_arquivonoticiasportlet_INSTANCE_UL0d%26p_p_lifecycle%3D1%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3Dcolumn-3%26p_p_col_count%3D1%26_arquivonoticias_WAR_arquivonoticiasportlet_INSTANCE_UL0d_mes%3D3%26_arquivonoticias_WAR_arquivonoticiasportlet_INSTANCE_UL0d_ano%3D2014%26_arquivonoticias_WAR_arquivonoticiasportlet_INSTANCE_UL0d_data%3D03032014%26_arquivonoticias_WAR_arquivonoticiasportlet_INSTANCE_UL0d_javax.portlet.action%3DdoSearch#.UxUX3uNdX38

Nenhum comentário: