domingo, 19 de janeiro de 2014

Michoacán é a origem da luta contra o tráfico

Resenha EB / Folha de São Paulo
19 Jan 2014

A atual guerra do governo mexicano contra o narcotráfico teve início em 2006, justamente na região de Michoacán, uma das mais afetadas pela presença dos cartéis da droga.

Uma grande operação que reuniu Exército, polícia e Marinha foi anunciada pelo então presidente conservador Felipe Calderón (PAN) como solução para debelar o crime organizado que tomava controle dos governos regionais.

Oito anos depois, a ação é considerada por muitos analistas como frustrada. O conflito, que até então atuava na base dos pactos regionais e corrupção, mas que matava menos, tornou-se mais violento.

Estimativas de grupos de direitos humanos estabelecem o número de 80 mil mortos em consequência da guerra. Para o governo, são 50 mil.

Desde 2012, quando o PRI voltou ao poder, uma nova estratégia foi anunciada. O governo não baixaria a guarda, mas optaria por uma reformulação da Polícia Militar e adotaria estratégias usadas na Colômbia.

Foi chamado como assessor para assuntos de segurança Óscar Adolfo Naranjo Trujillo, general aposentado da Polícia Nacional da Colômbia.

A experiência não durou muito tempo, mas a oposição a Peña Nieto acusa Naranjo de ter semeado a ideia da montagem das "autodefensas" contra o narcotráfico.

Pelo menos 15 cartéis, cada um com subfacções, se engalfinham no território mexicano.

(SC)
http://www.eb.mil.br/web/imprensa/resenha?p_p_id=56&p_p_lifecycle=0&p_p_state=maximized&p_p_mode=view&p_p_col_id=column-3&p_p_col_count=1&_56_groupId=18107&_56_articleId=4410380&_56_returnToFullPageURL=http%3A%2F%2Fwww.eb.mil.br%2Fweb%2Fimprensa%2Fresenha%3Fp_auth%3DDDcWj7HM%26p_p_id%3Darquivonoticias_WAR_arquivonoticiasportlet_INSTANCE_UL0d%26p_p_lifecycle%3D1%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3Dcolumn-3%26p_p_col_count%3D1%26_arquivonoticias_WAR_arquivonoticiasportlet_INSTANCE_UL0d_mes%3D1%26_arquivonoticias_WAR_arquivonoticiasportlet_INSTANCE_UL0d_ano%3D2014%26_arquivonoticias_WAR_arquivonoticiasportlet_INSTANCE_UL0d_data%3D19012014%26_arquivonoticias_WAR_arquivonoticiasportlet_INSTANCE_UL0d_javax.portlet.action%3DdoSearch#.UtuuGdJTtdg

Nenhum comentário: